Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




DEPRESSÃO

04.03.16

Depressão.jpg

 

Segundo dados oficiais, a depressão afecta

20 % da população portuguesa

 

A depressão encontra-se reconhecida no Plano Nacional de Saúde 2000-2010 como um problema primordial de saúde pública.

 

Um em cada cinco utentes dos cuidados de saúde primários portugueses encontra-se deprimido no momento da consulta.

 

Existem riscos de depressão associados a outros factores, nomeadamente ambiente familiar e profissional, doenças concomitantes, stress etc.

Pessoas com doenças incuráveis, que sofreram a perda de alguém próximo,  com tendências para ansiedade e pânico, com profissões de grande stress  e de competividade profissional,  com dependências de drogas e álcool, idosas, muitas vezes vivendo sós e sem apoio social, estão na primeira linha do risco de depressão.

As mulheres são mais propensas que os homens a sofrer de doença depressiva

 

Quais são os sintomas mais frequentes da depressão?

 

Os sintomas mais comuns da depressão são, entre outros:

  • Perturbações do sono (sonolência ou insónia)
  • Fadiga e cansaço 
  • Perda de energia
  • Falta de confiança e de auto-estima 
  • Sentimentos de culpa
  • Falta de concentração
  • Desinteresse, apatia e tristeza
  • Irritabilidade
  • Preocupações com o sentido da vida e com a morte, etc.

 

Como se trata a depressão ?

 

Sabe-se que a depressão está associada a baixos níveis de neurotransmissor chamado serotonina.

O 5-HTP é o precursor da serotonina, um neurotransmissor que regula regula o humor e as emoções,  o sono, a actividade sexual, o apetite,  as funções neuro endócrinas, etc.

A deficiência do 5-HTP, no organismo,  implica a redução dos níveis de serotonina, que por sua vez pode levar à depressão, ao descontrole do apetite, a desordens obsessiva e compulsiva, etc.

A serotonina também conhecida como a “hormona do prazer “ por gerar bem estar, é por isso muito usada para combater a depressão e a ansiedade, mas também  útil no tratamento das insónias

 

A depressão é consequência sobretudo de uma deficiente transmissão da serotonina.

 

Havendo uma transmissão de serotonina inadequada, é natural que o indivíduo se sinta irritado, mal-humorado, ansioso, impaciente, irritadiço, propenso a chorar etc.

Melhorando a qualidade da transmissão, logo existe o alívio deste quadro.

Lembremos que os antidepressivos actuam não fazendo com que se produza mais serotonina, mas sim evitando que ela se degrade, isto é, funcionando como inibidores da recaptação.

 

O 5-HTP é conhecido como uma alternativa natural, aos antidepressivos

 

O tratamento mínimo para os sintomas da depressão não deve ser inferior a quatro a seis meses para se poderem obter resultados positivos e motivadores

Adapatado de :
www.min-saude.pt/portal/conteudos/enciclopedia+da+saude/ministeriosaude/saude+mental/depressao.htm

 

No mercado existem hoje diversos produtos naturais que podem ser uteis para a depressão e ansiedade. No entanto há que ter em atenção se a sua composição é a ajustada

 

A Tecnilor tem no seu portfólio DIPRESS tecnilor® , um anti-depressivo natural

 

DIPRESS.jpg

 


Antes de tomar qualquer suplemento ou produto nutricêutico, consulte o seu médico ou o seu farmacêutico.


UMA RECOMENDAÇÃO TECNILOR !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Mais sobre nós

foto do autor




Mensagens